Cuidar de um e-commerce exige uma série de cuidados, não é mesmo? Quando o assunto é finanças, a atenção deve ser ainda maior, já que apenas um pequeno desequilíbrio entre gastos e lucros é capaz de comprometer todo o negócio. Em casos como esse, é preciso ter planejamento, organização e, claro, um fluxo de caixa eficaz.

Você tem conhecimento de todos os centavos que entram e saem da conta da empresa? Sabe quanto tempo os pagamentos demoram a cair? Tem uma perspectiva em longo prazo sobre as economias? Se você não domina esses tópicos, precisa investir no fluxo de caixa agora mesmo. Quer entender como funciona? Continue a leitura!

O que é fluxo de caixa?

Os e-commerces que contam com um fluxo de caixa têm controle sobre o movimento de entradas e saídas de dinheiro da conta da empresa. Ou seja, o que é recebido e o que é pago no negócio.

O fluxo de caixa garante o equilíbrio entre os débitos e os créditos e ainda permite uma análise sistêmica de toda a parte econômica da empresa. Ele também é capaz de oferecer dados preciosos que ajudam na tomada de decisão e na identificação de possíveis erros de estratégia do negócio.

Existem dois tipos principais que ajudam a otimizar o e-commerce: o projetado e o livre. Vamos explicá-los a seguir:

Fluxo de caixa projetado

É o modelo que consiste na análise das entradas e saídas de dinheiro da empresa com a intenção de manter o equilíbrio não só no presente, mas também no futuro.

Como o nome sugere, ele permite a projeção dos próximos períodos e o planejamento de ações futuras com base nos dados atuais. Dessa forma, a empresa tem maior organização das finanças, consegue identificar riscos e programar correções, além de poder fazer investimentos para alavancar os lucros.

Fluxo de caixa livre

Já o tipo livre serve para medir a capacidade da empresa de gerar capital em curto, médio e longo prazo. Para isso, são utilizados dois relatórios: um que analisa a situação econômica no período de 2 a 3 meses e o outro com dados de 2 a 5 anos.

Dessa forma, o gestor pode acompanhar o comportamento do negócio e entender se mudanças estratégicas são necessárias para garantir o crescimento da empresa.

Como aplicá-lo no e-commerce?

O primeiro passo para ter o fluxo de caixa no seu comércio virtual é fazer o registro de absolutamente todos as receitas e despesas. Você pode utilizar planilhas para anotar as informações ou contratar um software de gestão para automatizar o processo.

Independemente de qual seja a ferramenta adotada, é imprescindível considerar dados sobre a quantidade de estoque disponível, seu saldo da conta bancária, além de valores já arrecadados e os que ainda devem entrar.

Só depois de ter o controle sobre os pontos acima é possível ter segurança sobre o negócio e entender o ritmo de vendas. Assim, você evita instabilidades financeiras e prejuízos e também consegue tomar decisões mais conscientes.

Como reduzir custos?

A esta altura já ficou claro que o grande segredo para a saúde financeira do e-commerce é saber dosar as entradas e as saídas. Quando é percebido que os gastos ultrapassam o aceitável, é hora de pensar em estratégias para reduzir os custos.

No caso do e-commerce, uma boa saída é conferir os valores pagos em produtos e serviços e analisar se é possível diminuí-los. Procurar outros fornecedores para conseguir mercadorias mais em conta é uma forma eficiente. Além disso, você já calculou quanto gasta com a logística? Ao adotar soluções mais econômicas para o transporte, como as entregas expressas por bicicletas, você consegue otimizar o balanço financeiro do setor.

Como vimos, para manter os valores de fluxo de caixa positivos é essencial ter um controle eficiente das saídas e entradas do e-commerce. Fazendo uma boa gestão das receitas e despesas fixas e variáveis fica muito mais fácil garantir uma empresa saudável e crescente.

Agora que já aprendeu sobre este tema, que tal conferir algumas dicas para redução de custos operacionais no seu e-commerce? Veja no nosso próximo artigo!

What’s a Rich Text element?

The rich text element allows you to create and format headings, paragraphs, blockquotes, images, and video all in one place instead of having to add and format them individually. Just double-click and easily create content.

Static and dynamic content editing

A rich text element can be used with static or dynamic content. For static content, just drop it into any page and begin editing. For dynamic content, add a rich text field to any collection and then connect a rich text element to that field in the settings panel. Voila!

How to customize formatting for each rich text

Headings, paragraphs, blockquotes, figures, images, and figure captions can all be styled after a class is added to the rich text element using the "When inside of" nested selector system.

This is some text inside of a div block.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Suspendisse varius enim in eros elementum tristique. Duis cursus, mi quis viverra ornare, eros dolor interdum nulla, ut commodo diam libero vitae erat. Aenean faucibus nibh et justo cursus id rutrum lorem imperdiet. Nunc ut sem vitae risus tristique posuere.

See All Works