Que o meio ambiente precisa de cuidados, todo mundo já sabe. O problema é que a assistência que damos ao planeta ainda é insuficiente. As empresas, então, precisam dar uma atenção maior ao assunto, já que acabam sendo mais nocivas para a natureza. Se o seu e-commerce ainda não se comprometeu com essas questões, uma boa iniciativa é a implantação da coleta seletiva.

Separar o lixo que é produzido é algo simples de ser feito e que gera impactos relevantes para a natureza. Assim, a empresa despeja menos resíduos agressivos no meio ambiente e, da mesma forma, consegue um maior aproveitamento do que seria descartado.

Quer aprender a utilizar a coleta seletiva no seu negócio? Então este artigo foi feito para você. Confira as dicas!

O que é a coleta seletiva?

A grosso modo, a coleta seletiva consiste na retirada de resíduos que foram previamente selecionados e agrupados conforme sua composição. O grande diferencial é que as empresas recolhem esse tipo de lixo e garantem um destino responsável para cada classe de material — o que facilita o seu reaproveitamento.

Além dos benefícios para a natureza — que não fica exposta aos resíduos que são prejudiciais — a coleta seletiva também oferece vantagens sociais e econômicas.

A atividade gera mais empregos para os municípios, contribui para a preservação, diminui o risco de doenças por contaminação e, quando feita no e-commerce, ainda demonstra ao público o compromisso da marca com o meio ambiente.

Quais as formas disponíveis?

Existe uma Política Nacional de Resíduos Sólidos que regula a coleta seletiva e impõe a obrigação dos municípios no recolhimento desses materiais. No entanto, na prática, esse serviço nem sempre está disponível em todas as cidades. Por isso, é importante conhecer as opções de disponíveis. Veja:

  • coleta porta-a-porta: é feita tanto por Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) ou pelo prestador do serviço público de limpeza (quando oferecido pela prefeitura);
  • coleta por associações: é realizada por empresas ou cooperativas de catadores de materiais recicláveis.

Há também uma terceira alternativa: levar o lixo separado em pontos de entrega voluntário. Esses locais se responsabilizam pela entrega dos materiais aos órgãos responsáveis.

Como implementar?

Contar com a coletiva seletiva no e-commerce não é uma tarefa difícil, mas ainda assim exige organização, planejamento e o mais importante: uma mudança de mentalidade. Todos os colaboradores precisam entender a importância desse tratamento ao lixo para colocarem o projeto em prática.

O primeiro passo é analisar os resíduos produzidos na empresa e classificá-los conforme sua composição. Depois, é preciso disponibilizar um espaço adequado para depositar os materiais. Escolha um local seco, limpo e arejado para o lixo ficar até ser recolhido.

Não se esqueça também de colocar lixeiras ecológicas em espaços coletivos e movimentados da empresa. Então, é o momento de conscientizar os funcionários. Uma boa forma de fazer isso é planejar campanhas e ações internas.

Por fim, estabeleça parceria com as empresas do ramo para buscarem tudo no local. Caso o fornecedor do serviço exija uma quantidade mínima de material descartado, que seu e-commerce não é capaz de produzir, uma boa ideia é se juntar com mais empresas vizinhas para o montante ser maior.

Como a coleta ajuda na imagem do e-commerce?

É claro que o cuidado com o meio ambiente ainda precisa ser maior, mas já tem bastante gente que se preocupa com o problema e prefere empresas engajadas nas questões ambientais. Implementar a coleta seletiva é uma boa forma de dizer aos seus clientes que a marca se importa com o planeta.

Mas é claro que esse é apenas o primeiro passo. Atitudes sustentáveis devem ser aplicadas em todos os setores. Por isso, a preocupação deve englobar também a logística do e-commerce, começando pelo fornecimento de produto até a entrega ao consumidor — nesse caso, entregas ecológicas feitas por bicicletas são uma ótima iniciativa.

Você deve ter notado que a coleta seletiva só traz benefícios e nem dá tanto trabalho assim. não é mesmo? O mais importante é encontrar uma empresa que recolha o material e trabalhar a consciência coletiva do seu time de colaboradores. Por fim, incorporar medidas sustentáveis em todos os setores do negócio.

E você, gostou deste artigo? Tem amigos que precisam destas dicas? Então compartilhe o post nas redes sociais!


What’s a Rich Text element?

The rich text element allows you to create and format headings, paragraphs, blockquotes, images, and video all in one place instead of having to add and format them individually. Just double-click and easily create content.

Static and dynamic content editing

A rich text element can be used with static or dynamic content. For static content, just drop it into any page and begin editing. For dynamic content, add a rich text field to any collection and then connect a rich text element to that field in the settings panel. Voila!

How to customize formatting for each rich text

Headings, paragraphs, blockquotes, figures, images, and figure captions can all be styled after a class is added to the rich text element using the "When inside of" nested selector system.

This is some text inside of a div block.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Suspendisse varius enim in eros elementum tristique. Duis cursus, mi quis viverra ornare, eros dolor interdum nulla, ut commodo diam libero vitae erat. Aenean faucibus nibh et justo cursus id rutrum lorem imperdiet. Nunc ut sem vitae risus tristique posuere.

See All Works