Se você gosta de ciclismo, já deve ter se perguntado: “Andar de bicicleta fortalece quais músculos?”. A resposta é: diversos! Ao contrário do que imaginamos, todo o corpo é exercitado durante a pedalada — e não só as pernas. Essa também é uma boa opção para quem não tem tempo disponível, já que é possível adaptar a atividade às rotinas corridas.

Neste artigo, separamos informações importantes para quem quer cuidar da saúde andando de bike. Aqui, você vai conhecer os principais músculos trabalhados durante a atividade, a diferença de tipos de terreno para o treino e mais. Confira!

Andar de bicicleta fortalece quais músculos?

A boa notícia sobre andar de bike é que, além de ser uma ótima alternativa para quem não curte academia, também confere maior força aos músculos. E não pense que são apenas os membros inferiores que são favorecidos! Veja abaixo como todo o corpo é exercitado ao pedalar:

Glúteos

Os glúteos têm papel fundamental para a atividade e é responsável por boa parte da potência necessária para pedalar. Por isso, adotar a bike como atividade física é a escolha correta para quem quer ter um bumbum definido.

Pernas — quadríceps, posteriores e panturrilhas

Quando o assunto é a perna, a bicicleta dá conta de praticamente todos os músculos. Os quadríceps e posteriores, partes da frente e de trás da coxa, respectivamente, ainda são bem trabalhados durante o exercício.

As panturrilhas torneadas também são uma realidade dos ciclistas, já que as magrelas exigem, e muito, dessa parte da perna. Na prática, elas funcionam como estabilizadores do pedal.

Superiores

O abdômen, extensores da coluna e até mesmo braços e ombros podem ser desenvolvidos no ciclismo, caso o atleta escolha o modelo correto de bicicleta, levando em conta sua ergonomia.

Sabia que os músculos não são os únicos beneficiados? Andar de bike traz outros benefícios como proteção às articulações e aumento da capacidade cardiorrespiratória! Aí, sim!

Quais os resultados de acordo com os tipos de terrenos?

Se você ficou animado com a ideia de pegar a bike largada na garagem e sair andando por toda cidade, tenha calma! Antes, é preciso escolher a magrela ideal e aprender a se comportar em diferentes tipos e terrenos.

Pedalar em uma subida é um desafio e tanto, não é verdade? Nesse momento, o atleta anda mais devagar, movimenta menos o pedal e faz uma força maior. Essa força extra é ótima para o desenvolvimento dos músculos.

Quando estiver subindo um morro, a dica é trocar as marchas e continuar pedalando em ritmo contínuo. Já na hora da descida, evite acionar o freio durante toda a ladeira, isso pode fazer com o que o pneu arraste no asfalto e estoure. Prefira, então, aplicar frenagens repetidas até diminuir a velocidade com segurança.

Agora, pedalar em terrenos planos é bem mais simples, certo? A força exercida é menor, mas, em contrapartida, o movimento do pedal é feito em um número maior de vezes, repetidamente. Essa repetição também é boa para o corpo, já que intensifica a capacidade cardiorrespiratória.

Como encaixar o treino de bike na sua rotina?

Se você chegou até aqui, já deve ter notado que pedalar só traz benefícios. Embora muitas pessoas tenham vontade de se exercitar, a falta de tempo disponível acaba sendo um impedidor.

A boa notícia é que o ciclismo pode ser adaptado facilmente à rotina de pessoas mais ocupadas. Uma solução é adotar a bike como meio de transporte para ir até o trabalho — ou até mesmo como a sua fonte de renda principal. Assim, você evita a emissão de CO2, economiza dinheiro de gasolina ou passagem e ainda se exercita!

Pronto! Agora, a pergunta “andar de bicicleta fortalece quais músculos?” não é mais uma dúvida para você. Como vimos, essa atividade desenvolve uma série de partes do corpo e ainda dá um gás na rotina. Tudo isso, permitindo que você aprecie a paisagem e contribua para um planeta sustentável!

Agora que terminou a leitura, que tal conferir 3 cuidados que você precisa ter para ir de bicicleta para o trabalho? Leia nosso próximo artigo!


What’s a Rich Text element?

The rich text element allows you to create and format headings, paragraphs, blockquotes, images, and video all in one place instead of having to add and format them individually. Just double-click and easily create content.

Static and dynamic content editing

A rich text element can be used with static or dynamic content. For static content, just drop it into any page and begin editing. For dynamic content, add a rich text field to any collection and then connect a rich text element to that field in the settings panel. Voila!

How to customize formatting for each rich text

Headings, paragraphs, blockquotes, figures, images, and figure captions can all be styled after a class is added to the rich text element using the "When inside of" nested selector system.

This is some text inside of a div block.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Suspendisse varius enim in eros elementum tristique. Duis cursus, mi quis viverra ornare, eros dolor interdum nulla, ut commodo diam libero vitae erat. Aenean faucibus nibh et justo cursus id rutrum lorem imperdiet. Nunc ut sem vitae risus tristique posuere.

See All Works