A redução de custos operacionais é a principal dor de cabeça do gestor de e-commerce. Afinal, os gastos desnecessários comprometem os lucros e toda a estratégia de crescimento no segmento de mercado.

Tomar ações sustentáveis no setor financeiro depende de vários fatores. Mas o primeiro passo, sem dúvidas, consiste em identificar os processos mais onerosos e que atrasam o desenvolvimento do negócio.

Para te ajudar, neste artigo separamos 3 dicas que podem ser aplicadas agora mesmo no back-office. Quer cortar despesas e melhorar os resultados no seu e-commerce? Então, siga com a leitura!

1. Faça uma boa gestão de estoque

Se a gestão de estoque não é feita corretamente, muitas vendas podem ser perdidas. Imagine o tamanho do contratempo se um cliente faz a compra e, no momento da separação, você descobre que aquele produto está esgotado. Ou até mesmo se ocorrem erros no processo de distribuição e as mercadorias são enviadas para clientes errados.

O prejuízo, nesses casos, vai além do lado financeiro e compromete a imagem do e-commerce no mercado. A dica aqui é fazer um controle eficaz dos artigos em depósito. Para tanto, utilize planilhas ou até mesmo automatize e centralize a gestão dos produtos.

Com isso, você saberá exatamente a quantidade de ítens e poderá implementar uma estratégia omnichannel (utilizar diversos canais em cooperação). Essa é uma atitude certeira para alavancar as vendas — sem prejuízos pela falta de mercadorias em estoque.

2. Negocie com fornecedores para a redução de custos operacionais

Quanto maior o volume de vendas no e-commerce, melhor deve ser a comunicação com fornecedores para não deixar o estoque abaixo do necessário. Além disso, o alto giro proporciona ao gestor um poder de negociação para aumentar os lucros e, até mesmo, reduzir o preço ao consumidor.

Nesse sentido, mostre aos fornecedores que a regularidade e o volume de compras podem estabelecer uma parceria benéfica para todas as pontas:

  • o fornecedor reduz o preço, mas ganha no volume de vendas;
  • o seu e-commerce consegue trabalhar com margens menos apertadas;
  • o cliente adquire produtos a preços mais atrativos.

Se o cenário for inverso a esse, ou seja, os produtos têm uma baixa demanda, a dica aqui é trabalhar com o estoque do fornecedor. Assim, ele se compromete a fazer entregas à medida que os pedidos ocorrem pelos canais do seu e-commerce.

Saber balancear os cenários e negociar com fornecedores é o segredo para a sustentabilidade financeira do negócio.

3. Escolha o parceiro certo para a logística

De nada adianta fazer um controle eficaz do estoque e contar com ótimos fornecedores se as entregas ocorrem fora do prazo ou os produtos se perdem pelo caminho.

Ter um processo de expedição eficiente é o primeiro passo para otimizar as entregas. Contudo, a atividade envolve parceiros que precisam estar alinhados às necessidades dos seus clientes e que ajudem a reduzir os custos operacionais do seu e-commerce.

Assim, é fundamental contar com empresas de logística que façam o trabalho de forma ágil e econômica. Apostar em novas soluções é o segredo para encontrar o serviço de entregas ideal.

Se o transporte é feita por bicicletas, por exemplo, o ciclista não fica preso no trânsito e os valores pagos pelo seu e-commerce são bem mais baixos — afinal, as bicicletas não utilizam gasolina e a manutenção tem custos inferiores, quando comparado a outros modais.

Nesse sentido, é chegada a hora de rever os métodos tradicionais que comprometem a imagem do seu negócio e causam prejuízos para o balanço de caixa.

Pronto! Agora você já sabe o caminho da redução de custos operacionais em e-commerces. Além das dicas que falamos aqui, lembre-se que a tecnologia também pode ser uma aliada na otimização de todos os processos: desde o estoque até a entrega ao consumidor. Portanto, fique atento às novidades para não perder espaço no mercado diante da concorrência!

Gostou das informações deste artigo? Acha que ficou faltando alguma dica? Então deixe um comentário contando outras atitudes que você toma para reduzir custos operacionais no seu e-commerce!


What’s a Rich Text element?

The rich text element allows you to create and format headings, paragraphs, blockquotes, images, and video all in one place instead of having to add and format them individually. Just double-click and easily create content.

Static and dynamic content editing

A rich text element can be used with static or dynamic content. For static content, just drop it into any page and begin editing. For dynamic content, add a rich text field to any collection and then connect a rich text element to that field in the settings panel. Voila!

How to customize formatting for each rich text

Headings, paragraphs, blockquotes, figures, images, and figure captions can all be styled after a class is added to the rich text element using the "When inside of" nested selector system.

This is some text inside of a div block.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Suspendisse varius enim in eros elementum tristique. Duis cursus, mi quis viverra ornare, eros dolor interdum nulla, ut commodo diam libero vitae erat. Aenean faucibus nibh et justo cursus id rutrum lorem imperdiet. Nunc ut sem vitae risus tristique posuere.

See All Works